Notícias

Registro eletrônico de ponto por meio de aplicativo e reconhecimento facial exigem cuidados na implantação

Inovação tecnológica foi autorizada pelo Decreto 10.854/2021

O Jubilut Advogados está trabalhando intensamente para apoiar clientes nos cuidados de implantação de inovações tecnológicas formalizadas para o controle da jornada de trabalho. Entre as medidas trazidas pelo Decreto 10.854/2021, o novo marco regulatório trabalhista, destaca-se normativa para a REP-P – Registrador Eletrônico de Ponto Via Programa. De acordo com o advogado Leonardo Jubilut, a medida foi idealizada para atender ao desenvolvimento tecnológico e às mudanças do mundo do trabalho propiciadas via aplicativos, softwares de reconhecimento facial etc.

Hoje, o mercado dispõe modernos sistemas de segurança da informação. E por meio do Código hash SHA-256, gerado por algoritmo, será mantida a integridade, a rastreabilidade e a confiabilidade dos dados inseridos pelos trabalhadores no Sistema, as batidas de ponto. Nas experiências que já pôde acompanhar, qualquer alteração nesses registros será facilmente detectada. De acordo com o regramento novo, o sistema a ser implantado deve possuir certificado de registro de programa de computador junto ao INPI.

compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email

Leia também:

Dura vida de advogado

A mesma Folha de S. Paulo que anunciou, equivocadamente, a morte da monarca da Inglaterra, na manhã de segunda-feira – “Rainha Elizabeth