Notícias

Editora Bonijuris e UniDomBosco assinam termo de cooperação

Universidade terá acesso a acervo jurisprudencial com 300 mil ementas, sentenças e acórdãos do Poder Judiciário, 6 mil modelos de petições e 3.500 modelos de contratos. Site da editora reúne agora, sob o mesmo endereço, a livraria, o portal Bonijurisnet e a página de notícias.

A Editora Bonijuris e a faculdade de direito da UniDomBosco celebraram, na semana passada, acordo de parceria institucional acadêmica para ampliar a produção científica e a promoção de eventos, palestras e debates na área jurídica. A assinatura do termo de cooperação foi assinada pelo professor Cristiano Dionísio, coordenador do curso de direito da instituição e pelo jornalista e advogado Luiz Fernando de Queiroz, editor-chefe da Revista Bonijuris, publicação jurídica com 31 anos de história, impressa pela editora de mesmo nome.

Com o acordo, a editora franqueará o conteúdo de seu site a professores e alunos dos cursos de Direito e de Investigação Forense e Perícia Criminal da universidade. Isso significa acesso livre a um acervo jurisprudencial com 300 mil ementas, sentenças e acórdãos do Poder Judiciário brasileiro, 6 mil modelos de petições e 3.500 modelos de contratos. Recentemente, o site da editora foi reestruturado, oferecendo agora sob o mesmo endereço (www.editorabonijuris.com.br),  a livraria, o portal Bonijurisnet, de pesquisa jurídica, e a página de notícias, artigos e entrevistas atualizada diariamente.

Segundo Cristiano Dionísio, coordenador do curso de direito da UniDomBosco, a parceria foi gestada, a princípio, para estimular acadêmicos dos cursos jurídicos da universidade a publicar artigos científicos em uma publicação especializada. “A revista Bonijuris nos abriu essa porta, acenando com a possibilidade de não só submeter artigos de professores e alunos, mas também de participar ativamente do Colégio de Leitores, da seleção de textos acadêmicos e da publicação de livros”, diz Dionísio.

Fundada em 1989, no início como um folheto informativo, a Revista Bonijuris tornou-se, ao longo dos anos, uma publicação jurídica mensal com conteúdo editorial destinado a pesquisadores e profissionais de direito. Em 2018, a revista estreou nova fase, com projeto gráfico moderno, capa conceitual e edição bimestral de 280 páginas.

“Nós apostamos no impresso no início e continuamos apostando na versão impressa agora, apesar de oferecer também a revista no formato digital”, afirma o editor-chefe Luiz Fernando de Queiroz. O diferencial da publicação jurídica, segundo ele, está em sua abordagem prática, ou seja, publicar não só artigos acadêmicos, mas também textos que auxiliem o operador de direito em seu dia a dia. “Nós atualizamos o conteúdo jurisprudencial, as súmulas, provocamos o debate sobre temas que estão na ordem do dia e procuramos selecionar artigos doutrinários que estejam afinados com aquilo que a sociedade e a comunidade jurídica estão discutindo”. A parceria da Editora Bonijuris com a UniDomBosco ocorre em um momento especial em que a instituição de ensino superior, que integra o grupo SEB (Sistema Educacional Brasileiro), um dos maiores do país, amplia seu leque de ofertas, implantando o ensino à distância em diversos cursos e investindo no quadro de docentes.

compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no email
Email

Leia também:

Todo o poder aos estados: entes federados têm autonomia sobre saúde

O que os governos estaduais não podem fazer? Não podem impedir o tráfego aéreo e determinar o fechamento de aeroportos. Estes são serviços de competência do governo federal. Caso a autoridade local insista, a União está autorizada a usar força policial.
>>> Presidente da OAB do Paraná, Cassio Telles diz que a hora não é de ‘gracejos e especulações’.

Fechar Menu
×

Carrinho

Fechar